quinta-feira, 14 de agosto de 2008

POEMA EXCLUVISMO

ESCLUSIVISMO

Há inúmeras manias
Por vezes são fantasias
Tenho a minha bizarria
Delas falaram-me um dia
No momento uma tara definia
Desde então sempre a revia
Falar dela me comprazia
Talvez devido ao novo século
Que chegou um dia
Do anterior não ficou dor
Não ficou desamor
Questiono se fiz
Se a conjuntura o fez
Algo de exclusivismo
Anotei uma vez
Aos dezasseis anos
Ganhar jorna de homem
No Casal Torneiro
Terá sido favor que um deus fez?
Aventura, força de querer, sensatez?
Estimulante talvez
Porque cavei
Acima da média, a jorna, ganhei
Em três concelhos do Oeste
Peniche. Bombarral e Lourinhei*
No campo, de sol a sol trabalhei
Na guerra de Angola
À coordenação do rancho cheguei
Em Lisboa, trabalhando, estudei
Nos trabalhos dirigi e coordenei
Que mais sei?
Ou por outra, quanto mais observo
Quanto mais procuro, menos sei
Mas este é o meu tempo
O de me achar com direito
A alimentar a mania
Da exclusividade do dia


* NOTA: O EI era muito, da fala popular,
do meu Oeste natal.
Aqui refere Lourinhã.


Daniel Costa

55 comentários:

Iana disse...

Amigo querido

Que post formidável, adorei ler-te
mais uma vez como sempre faz, esta perfeito...

Daneil...

A amizade é um amor que nunca morre
A nossa amizade refloresce a cada dia.
E que o vento sopre o aroma das flores
para levar a você o meu carinho
com perfume de amizade!

beijos doces, com muito carinho e estima
sua amiga rosa
Iana!!!

Bia disse...

Fantastico!
É a retrospectiva de uma vida...

O que é a vida, senão um aprender diario??! "Nascemos a aprender, morremos sem saber"!!

Eu acho que todos temos direito a essa exclusividade do dia! Basta-nos vive-los com intensidade!!!


miminhos... atrevidos!

neide disse...

Xi, que percurso de vida e que trabalheira ela te deu (a vida claro) mas venceste-a por ti, lutaste e conseguiste ser senhor dela e assim ser feliz...
Parabéns menino daniel, um homem vê-se pelo seu trabalho e pelas coisas boas que o seu coração guarda!... Um abraço pela poesia que é uma forma de vida!... laura..

Multiolhares disse...

Conheço bem Lourinha
Já vivi vários anos em torres Vedras
A praia de Areia Branca é bem bonita
São caminhos percursos que vamos trilhando
Na nossa caminhada
beijos

Crisfonseca disse...

Olá Daniel,
fabuloso, o fez te história em um poema belíssimo, exclusivamente belo.
Beijos,
Cris

Bandys disse...

Daniel,
É sempre uma alegria, chegar qui e encontrar sua poesia.
Igual uma melodia, me contas com magia a tua sabedoria.

Grande beijo
obrigado pelos elogios, rsrs mas nem mereço.

Anja Rakas disse...

Daniel,
Ousei pois não tinha por onde escolher.
"Há inúmeras manias
Por vezes são fantasias
Mas este é o meu tempo
O de me achar com direito
A alimentar a mania"
Adorei estas frases...
Só tu para trazeres a baila sorrisos cristalinos.
Bj exclusivo

NAELA disse...

Daniel Falar dela me comprazia
Talvez devido ao novo século
Que chegou um dia
Mais um poema que transmite um aprendizado da vida!
Beijo terno

Laura disse...

Moço, a Cuca já chegou e entretanto podes lá ir bebe rum trago, é só uma para os dois...eu e tu pois...e foi o que se arranjou, senta-te que temos lá lugar e imagina-te em frente ao Club Naval e a comer uns choquitos com tinta se gostares, eu prefiro camarãozinho fresquinho aiiiii e beber a Cuca isso sim, branc aou preta tanto faz!... Ji de mim...

Pelos caminhos da vida. disse...

Agradecendo sua visita!

Belo poema.

Ser amigo é compartilhar.

Tem post novo lá.

um fim de semana de luz pra vc.


beijooo.

mariam disse...

do pouquinho que aqui conheci de Si, claro que se pode dar a esse direito!

também conheço as suas berças...

deixo-lhe um abraço e "até logo"

fique bem.

o meu "dolce fare niente" começa hoje ~~~~

um grande sorriso :)

Desnuda disse...

Querido Daniel,

maravilhoso poema que sintetiza a vida preenchida de belos valores. A história de quem soube fazer a sua, tão bem. E parabenizo-o.


* Espero que o amigo aceite o prêmio Dardos e dar-me a felicidade da partilha.

Belo fim de semana. Beijos com carinho.

Marta Vasil disse...

É com certeza um conto poético (será que se pode dizer assim?...) de algumas-muitas páginas da sua vida, escritas com mãos que deixaram um traço divinal de valores e sentires.
Parabéns

MV

Iana disse...

Amigo Daneil

Seu carinho e amizade´são muito importantes para mim...

sua presença em meu jardim é fundamental para o crescimento das flores...

Grande abraço caro amigo
feliz fim de semana

beijos doces dessa rosa amiga
Iana!!!

Marta disse...

Gozar o dia a observar atentamente...
O dia, a noite, mas saber que o tempo é nosso....nos pertence...
Poema forte e decidido...
Adorei...
Beijos e abraços
Marta

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Daniel
Milagre
De Amizade
Por ela
Por ti
Agradeço
--------------Belíssimo final de semana, nessa Lisboa que sempre amarei!

poetaeusou . . . disse...

*
e neste,
poema biográfico,
fiquei a saber mais de ti,
,
abç,
,
*

Ana Martins disse...

Muito lindo,
um poema que retrata a vida do poeta de uma forma encantadora.
Beijinhos

Maria Dias disse...

Oi Daniel...

Bonito olhar para trás e ver as pegadas já percorridas na estrada da vida...Bem, estamos sempre aprendendo e nos conhecendo cada dia mais.Aproveito para convidá-lo a vir até o meu espaço.

Abraços e boa semana!

M. Nilza disse...

Oi, daniel!

Tão bom ver vc por lá - em meu lar virtual!!
Gostei do poema. Não sei escrever assim com tanta propriedade.

Beijos

paula barros disse...

Oi, Daniel
por aqui lendo seu blog, vendo as maravilhas, me encantando.
abraços, bom final de semana.

Menina do Rio disse...

Exclusivo mesmo!


Um beijo pra ti Daniel

Marta disse...

Obrigada pela visita ao blog principal, onde nem sempre rio...
Obrigada pela companhia ao chá...
Um abraço
Marta

Maria Dias disse...

tcOi amigo...

Venho aqui para convidá-lo a vir até o meu Avesso, para tratarmos de um assunto importante e que interessa a todos nós habitantes do planeta!

Te aguardo!

Abraços e um bom fim de semana!

Olhos de mel disse...

Oie lindinho! Gostei imensamente dessa prosa poética! Manias e fantasias? Quem não as tem? As manias, muitas vezes nos prende, coloca os pés no chão, mas as fantasias... elas nos fazem voar alto, nos faz viver um sonho, como se fosse o último dia. Assim entre o sonho e o real, vivemos o dia a dia, reinventando a vida, para parecer-nos menos sem sal.
Bom fim de semana! Beijos

Ana Maria disse...

Daniel, bom dia!
Adoro seu jeito de expressar.
Seu poema é bem reflexivo.
Obrigada pela visita, dê um pulinho também no quotidi-ana-mente e atelier dos tapetes, sempre tem novidades.
O quotidi-ana-mente é um blog meio sensual, mas de boa qualidade, sem ridicularizar.
Beijinhos.

daniel disse...

Iana

Amiga tenho de agradecer aos boas palavras. Gosto de partilhar e elas incentivam a procurar melhorar, para que os amigos apreciem.
A amizade também se partilha, é o tal aroma que se transmite e se deve cultivar correspondendo ao carinho, com o mesmo recebido.
Um carinhoso beijo do amigo daniel

daniel disse...

Bia

Fantástica és tu!... Digamos, que viste uma sintese da realidade de vida de adolescente.
Sempre muita intensidade!... Maior quando reparo na tua timidez.
Retribuo também com miminhos.
Daniel

daniel disse...

Neide

Xi, sem barulho! Trabalheira? Sabes que ia pagando com a vida, disseran-te, não foi? Evidentemente, um dos factores objectivos estiveram aí. Devo ser levado por querubins, só pode!...
Uma forma estranha de vida, mas é um gosto.
Obrigado, Neide.
Daniel

daniel disse...

Multiolhares

Fui vezes sem conta á Lourinhã a pé, depois de bicicleta. A praia Areia Branca, é lindíssima, mas apenas consegui ir um dia ao banho, por via das ondas altas.
Também conheço bem Torres Vedras.
Foi um passeio, pela estrada da vida!...
Beijos
Daniel

daniel disse...

Cris

É o que se bem se poderá chamar realismo poético.
Grato!
beijos
Daniel

daniel disse...

Bandys

De quando em vez, vou fazendo algum poeminha, para aprender a "brincar", com palavras.
Confesso aprender algo contigo, gosto do género!
Obrigado... Beijo,
Daniel

daniel disse...

Anja Rakas

De facto ousei. Partilha, tento fazer algo jeitoso para partilhar!
Beijo
Daniel

daniel disse...

Naela

Sim talvez, seja um esboço da vida. Sem qualquer tipo de nostalgia, tenho prazer em recordar.
Também beijo de ternura.
Daniel

daniel disse...

Laura

Sabes uma coisa, desde Junho de 2000, altura em que, verdadeiramente, acordei dois meses depois, a cerveja deixou de me dizer algo e nunca mais a bebi. Posso, mas fiquei-lhe completamente indiferente.
Chocos ou camarão gosto e acompanho com 7up, o melhor vinho do mundo!... No posso saborear um pouco de vinho, mas exijo que seja muito bom. Do menos bom,poupo!...
Beijinho
Daniel

Maria Soledade disse...

Toc...toc...posso entrar?!
*
Bom,já dei um espaço, mas,como ninguém responde e eu sou atrevidita entrei mesmo sem ser convidada!
Espero que o amigo Daniel não leve a mal.Este mundinho virtual leva-nos a percorrer vários caminhos e encontrar trabalhos bonitos!!

Gostei muito do seu poema,que retrata na perfeição a sua vivência.Todas as lutas não foram em vão,isso vê-se pelo resultado final.O seu poema é a prova real,de que o Daniel é um vencedor.

Parabéns

Se me permite,volta e meia,meia volta,venho cá dar uma espreitadinha.Se me permitir,claro!..

Com amizade
MªSoledade Alves

daniel disse...

Paelos caminhos da vida

Eu é que agradeço e como também tenho o gosto de compartilhar, espero continuar presente.
Beijo
Daniel

daniel disse...

Mariam

Sei lá, se tenho mesmo direito? Se não falar de mim, do que fiz, quem falará? O sítio onde nasci é giro. Devo estara na Bufarda e ir á feira de Setembro. Gosto de matar saudades e confraternizar com irmãos e sobrinhos, tudo jóias.
Se conheces, encantado.
Desejo boas férais, sorridentes férias.
Daniel

daniel disse...

Desnuda

Uma realidade sintetizada em poesia!
Obrigado por tudo e pelo prémio Dardo, mas ainda não sei colocá-lo! Oh!...
Beijo
Daniel

daniel disse...

Marta Vasil

É a sintese de um pedaço de vida. O realismo absoluto em poesia.
Tinha outros sonhos! Gosto de recordar, simplesmente!
Agradeço.
Daniel

daniel disse...

Amiga Iana

Espero que regues as flores, para elas continuem a florescer.
Passarei e também deixarei cuidados.
Até lá, deixo um abraço amigo e ternos beijinhos.
Daniel

daniel disse...

Marta

É isso, gostar da vida, aproveitar o tempo, crescer e pensar mais além.
Beijos e abraços.
Daniel

daniel disse...

Vanuza

Bem vistas as coisas, há uma passagem que, aflora o verdadeiro milagre, perpetuado no nome deste bllogge.
Ficou a vida de que gosto, donde emana a amizade.
Daniel

daniel disse...

Poetaeusou

E vi ao vivo, uma exibição do velho Tá Mar, em Miragaia da Lourinhã.
Vim depois a fazer uma entrevista para a revista da Afinsa, a um dos elementos que actuou.
O mundo é pequeno!...
Um abraço,
Daniel

daniel disse...

Poetaeusou

E vi ao vivo, uma exibição do velho Tá Mar, em Miragaia da Lourinhã.
Vim depois a fazer uma entrevista para a revista da Afinsa, a um dos elementos que actuou.
O mundo é pequeno!...
Um abraço,
Daniel

daniel disse...

Ana Martins

De facto, foi uma tentativa de tratar realisticamente, um friso de vida.
Gostei de ver passar o filme e avaliar.
Beijinhos
Daniel

daniel disse...

Maria Dias

Ao fim e ao cabo, mim, de passar uma fase de vida, que antevia esperançosa.
Estive e... fica um abraço.
Daniel

daniel disse...

M. Nilza

Gostando, também terei mais propensão para a prosa. A poesia é porque procuro um pouco o exercício da escrita, tentado melhorar. Terá saído!
Beijos,
Daniel

daniel disse...

Paula Barros

Fico agradecido, volta sempre.
Abraços,
Daniel

daniel disse...

Menina do Rio

Obrigado, com um beijo.
Daniel

daniel disse...

Marta

Obrigado eu! Verei mais o que dizes ser principal.
Um Abraço,
Daniel

daniel disse...

Maria Dias

E se interessa!...
Vi e deixo um abraço.
Daniel

daniel disse...

Olhos de Mel

Sonhos fantasiados, mas sonhos, que também, mercê dos tempos ultrapassaram expectativas. Essas vão subindo, conforme se sobem degraus. As "manias", são assim como, liberdade poética.
Sim, a vida vai sendo, dia dia reeiventada, partindo de uma base.
Beijos
Daniel

daniel disse...

Maria Soledade

Sê bem vinda!...
Ficas convidada, com prazer!
Julgo-me persistente e a satistação, um pouco de satisfação, advém das circunstâncias do ponto de partida.
Obrigado e a amizade virtual.
Daniel

Nelita disse...

Gostei :)