sábado, 1 de novembro de 2008

POEMA AVENTURA

AVENTURA
A vida é aventura
É-o mesmo que seja
Extremamente dura
A minha se bem contada
Faria chorar
As pedrinhas da calçada
Quiçá o átomo
Mas que nada
Olhemos com optimismo
A sempre fiel amada
Esquecer, não resulta
Equacionar tormentos, sem fim
Resultaria muito ruim
Falo das boas recordações
Dirão muitos:
Mundos de ilusões!...
Falar só em jeito de aventura
Da vida, é atitude segura
Pressupõe optimismo de puritano
Brinquedos, digo em segredo
Só os que fabriquei – aventura!...
Hortas e árvores
As que semeei e plantei
De cereal, confesso que sei
Em enologia total trabalhei
Por fim de sol a sol
Ceifando a jorna ganhei
Tentar perseguir
Alguém ainda cavador
Devia ser vergonha
Dos prepotentes senhores
No Circulo de leitores
Mais audácia e arrogância
Deveriam ter quando expulsos
Prepotentes, que podiam fazer?
Trabalhassem com lisura
Muito tinham de aprender
Deveriam ter sido subservientes!...
Jamais necessitaria de dizer sim
A prepotentes
Nada de hombridade
Criaram ambientes
Pior que masmorras da PIDE
Devem!…
Nunca responderam porquês
Podem, continuar a ser prepotentes!
Oh Zeus!...
Mais uma aventura adeus
Sei trabalhar, Há mais a fazer
Outra aventura
Encontrarei outros ateus!।


Daniel Costa


NOTA: Fernando Pessoa escreveu isto (cito do cor): “Não há empregados maus, há é empresas que têm empregados maus.”

25 comentários:

EternaApaixonada disse...

Bom dia Daniel,

sempre um pensamento "prá cima", como diriamos aqui... O tom sempre correto nos leva a apaixonar pelo que escreve, seja prosa ou verso...
Já chegando em primeira classe, garantindo assento cativo nessa viagem a teu lado no "Poema Aventura"...
Bom sábado! Bom dia de Todos os Santos!
Beijos com meu carinho
Helô Spitali

SÓ EU disse...

Bonito poema, Daniel. Vá ao meu Blog, tem postagens novas.
Beijo molhado da
Lucienne

O Fantasma e o Anjo disse...

Bonito.Bom resto de fim de semana...beijo e abraço

Pelos caminhos da vida. disse...

Esse poema é uma aventura,lindo.

beijooo.

Maria Dias disse...

Sim a vida nada mais é q uma aventura... Gostei desta viagem!

Beijinho

Maria

Laura disse...

Que lisura, que jorna abençoada pelo trabalho de um homem que não se deixou enredar nas teias do materialismo ateu!...
Assim; só tens a ganhar na luta contra as pleiades que o mal sabiam repor onde apenas queriam que houvesse amor, paz e trabalho, e as coisas más como vês (as prisões, os maus elementos, continuam a abundar e desses nunca conseguiremos de todo, nos livrar!)
Um feliz Domingo, deseja a laura..

Sandra Daniela disse...

e assim se conta um aventura, que se Lê de um folego só!

Enfim ... a prepotência parece que faz parte dos nossos dias...


Um beijinho grande

SÓ EU disse...

Jà lhe disse como acho esse poema lindo, querido Daniel.
Apareça no meu espaço. Há postagens novas.
Beijos,
Lucienne

mundo azul disse...

Um ótimo poema, Daniel!

Divagações de alguém que busca muito mais que o comer e dormir...


Beijos de luz e uma semana FELIZ!!!

Desnuda disse...

Daniel, meu querido. A vida é mesmo uma aventura! E este pensamento sábio de Pessoa, foi a chave de ouro...

Maravilhoso, amigo!

Grande beijo

Rita Brito disse...

Felizmente sou empregada de mim mesma!!!

Celia Rodrigues disse...

E que aventura é a vida!

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Daniel:
Que lindo poema, posso publicá-lo no meu novo post? Vim convidá-lo a apreciar a minha nova postagem. Estou à sua espera. Vou tentar publicar o seu poema.
Um beijo,
Renata

Regi disse...

Obrigado amigo pela força....
Nessa fase precisarei mesmo a ajuda de todos....
Um grande beijos....

mariam disse...

Daniel,
belo poema,
mais um excerto do seu atribulado, incansável e experiente percurso de vida!
obrigada p'la partilha.

boa semana
um sorriso :)

mariam

poetaeusou . . . disse...

*
daniel
,
o teu poema,
já está no meu ficheiho,
se não concordares,
vai te queixar,
daqui a dez anos está resolvido,
hehehehe
,
abraço,
,
*

Laura disse...

Mundo azul; claro que este nosso amigo pensa em grande, pensa na vida e na morte e no que haverá do aldod e lá....nota-se nele isso tudo. Um beijinho aos dois, da, laura..

SÓ EU disse...

O meu visitante preferido não vai à minha casa hoje. Estou aguardando.
Um beijo,
Lucienne

Pelos caminhos da vida. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pelos caminhos da vida. disse...

Obrigado pela visita.

Fico feliz qdo retorna ao meu espaço.

beijooo.

Carla disse...

em poema a aventura ´de uma vida!!!
Gostei de ler
beijos

Cristiana Fonseca disse...

Nossa, fantástico, sinceramente, é lindo.
Pesso desculpas pela ausência , ando envolvida com alguns projetos , o que tem toamdo o meu tempo.
voltarei com mais calma, para ler-te.
Abraços,
Cris

Marta Vasil disse...

Um poema, sobretudo, de optimismo e de força, não deixando de fora uma crítica perfeita à prepotência que parece estar a alastrar em velocidade não permitida.

Deliciei-me a lê-lo e a relê-lo.
Uma boa semana

MV

jo ra tone disse...

Daniel,
Um sintético poema aventura.
Não se pode parar.
Boa semana

xistosa - (josé torres) disse...

Uma parte da vida vivida, que terá sido má ou boa?
Não podemos fazer comparações, só visioná-la agora, ao longe e de longe.
Quem atravessou os caminhos de há alguns, muitos anos, sabe o que a vida nos deixou.
Por isso agora mais aliviados, até lhe dedicamos poemas ...
Desculpe amigo Daniel, mas é a verdade.
Nas horas de ingratidão, nunca pensou em fazer versos sem estro poético.
A vida amansa-nos e modifica-nos sem darmos por ela.