quarta-feira, 19 de novembro de 2008

ESPIAR

Ainda vivo sonhado,
Que cada cidadão
Será um espião
Vou tomar cautela
Com a espionagem
Essa aragem
Que chega a qualquer ponto
Até num encontro
Com a donzela
Não se dá por ela
Mas pode ser arvela
A dar a espiadela
Servindo o patrão
Com vista à solução
De sanar mazela.
A espiadela é palavra mansa
É capa de insignificância
De qualquer ordenança
Que satisfaz vingança
Mesmo sem esperar herdar
Assento naquele lugar
Outro o irá alcançar
Manda-o espiar
E para o recompensar
Põe outro no seu lugar
Mas serei eu espião
Pela simples razão
De ser cidadão?
Oh! Mundo trapalhão!...


M.F. (iniciais do pseudónimo de Daniel Costa) –
in extinto “ Jornal do Oeste”, de Rio Maior em 8/2/1975.

24 comentários:

EternaApaixonada disse...

*****

Bom dia amigo Daniel!

Comecei minha jornada pelos outros novos blogs!
Já marquei minha presença ao garantir minha fidelidade, adicionando-os as meus favoritos.
Gostei imensamente de suas novas propostas!
Obrigada por me acompanhar também, meu amigo! Gosto muito de suas visitas e gentis comentários!

Espiar foi escrito em 75 e é uma leitura que se mantém atual!
Apreciei muito!

E, interessante que passei boa parte desse início de manhã a te "espiar" literalmente nos seus blogs! risos

Que seu dia seja bem suave!

Grande abraço.

*****

mariam disse...

Daniel,
muito a-propósito este belo poema de 1975! depois de ouvirmos frases fantásticas como as proferidas p'la líder da oposição... rsrs ... não sei não... e eu não sei analisar política!

fique bem
boa semana
um sorriso :)

mariam

ANA DINIZ disse...

Daniel.

Neste mundo de expiação, conspirações, espiões infelizmente fazem parte.
Mas é triste esta confusão que existe entre a expressão da verdade, a imparcialidade e os silêncios da conveniência, a hipocrisia.

Não me importa se me tacharem de "espião". Sou como tu, cidadão. Luto pela verdade.


Beijos.

Ana

Cristiana Fonseca disse...

Olá Daniel,
fascinante tua escrita, tanto em poesias, quanto em contos.
Deixo minhas desculpas pela ausência.
Abraços,
Cris

Tentativas Poemáticas disse...

Olá amigo Daniel
Se me esqueci de si? Não! A vida nem sempre nos permite visitar todos os amigos com a frequência que desejaríamos.
O seu "espiar" tem graça mas está repleto de verdade. Gostei imenso. Também fui jornalista amador em três jornais regionais (no Ribatejo), no dos B.V.Pontinha e Associação de Ex-Combatentes.
Passarei por aqui mais vezes.
Um grande abraço.
António

SÓ EU disse...

Querido Daniel:
EStou à sua espera.
beijo,
Lucienne

Ana Martins disse...

Olá Daniel,
fantástico este poema, que descreve na perfeiçao o mundo que temos, sem rodeios, subterfugios ou floreados.

Adorei mesmo!!!

Beijinhos

Laura disse...

Rapaz, se ainda vives a sonhar que te espiam, assim nem consegues gozar a vida em pleno, abres uma porta e espreitas, entras num prédio e espreitas, enfim...Não desconfies tanto, olha que viver já custa tanto e se estamos em constante movimento de que nos espiam..bolas, a vida assim não tem descanso..Um beijinho e em Rio Maior temos um casal amigo fantástico..beijinho da laura..olha que a cusca fez anos ontem e fiz lá uma festa surpresa para ela...abraço da laura..

EternaApaixonada disse...

*****

Bom dia, meu amigo Daniel!

Você nem imagina como me emocionou!
Acordei meio carente (ou mais... risos) de afeto... Após um final de tarde e noite conturbados aqui, por uma tempestade, que por meia hora de chuvas e vento de mais de 50km, deixou um mar de confusão... Enchentes, destelhamentos, árvores caídas, acidents de todo tipo...
Não dormi direito... A energia demorou a se restabelecer...
Amanheci vendo pela tv os estragos...
Senti nesse momento como a vida está instável, como o fim é frágil...
E senti falta de afeto... E de demonstrar também...
Talvez deixar para amanhã já não seja mais possível...
Receber sua mensagem iluminou o dia cinzento!
Obrigada de coração pelo lindo poema!
Com sua permissão gostaria de publicá-la nos meus blogs. Me deixaria mais feliz!
Deixo meu carinho e votos de uma quinta feira muito suave!
Beijos ao amigo!

*****

Diabinha Cusca disse...

Oh meu querido Daniel Milagre, amigo da minha madrinha laurinha meu amigo é ...

Estás então disponível para aturar as minhas diabruras? Uauuuuuu

Pois passarei por cá mais vezes ... hoje estou sem tempo porque perdi um pouco de gás (não se nota?) mas deixa que a minha energia volte e verás como virei aqui cuscar com frequência eheheh


Uma beijoca e um ca´foné (gostas de cafoné???)

Círculo Literário disse...

Parabens!!!
Excelente poesia!!Gostamos do seu cantinho!!!E agradecemos sua visita!!
"A Vida é um Combate que aos fracos abate e aos fortes conduz..."

Bandys disse...

Oi Daniel,
Nossa adorei. Pensei que estava entarndo me pagina errada...rsrs

Vi que tem outros blogs vou dar uma passadinha

beijos

Laura disse...

daniel; como vês, a marota já se está a fazer ao terreno!... haja paciência e como és meu amigo, amigo dela serás, olha ela é capaz de entreter a tua neta...quem sabe, mas fica junto delas que a miuda é levada da breca e...começa a ensinar o Pai Nosso cantado á tua, sabes como é!... Beijinhos.

Menina do Rio disse...

Se é pra espiar, cá estou dando minha espiadela...
Um poema com um belo jogo de palavras!

Um beijinho

Val Du disse...

Oi, Daniel.

Isso dito em forma de poesia ficou demais. Gostei muito!

Beijos.

Mariana disse...

O antigo se mesclando com o atual e ainda assim tão oportuno.
Sinal que as coisas não mudaram tanto como dizem, né?
Um beijo e obrigada pela constância das visitas no meu blogue, Mariana

Mariazita disse...

Caro Daniel
Muito interessante, este teu poema.
E, atendendo à data em que foi escrito (Fev/75), cheio de segundos sentidos...
Para além do mais jogas lindamente com as palavras.
Parabéns.
Beijinhos
Mariazita

Olhos de mel disse...

Oie lindinho! Gostei da mudança, por aqui.
Bela prosa poética! Vivemos o tempo da espiação. Muitas são positivas, outras nem tanto. E você diz isso de uma forma poética.
Um fim de semana de paz e felicidade!
Beijos

NAELA disse...

Daniel poema versatil e cheio de carisma...afinal espiar faz parte do mundo em que vivemos, onde encaixamos perfeitamente no Big Brother!
Um beijo de fim de semana

SÓ EU disse...

Oi, Daniel;
Estou à sua espera hoje.
Beijo,
Lucienne

Laura disse...

Bem, todos andam à tua espera e eu especada no msn desde as 19,45..e nadica..beijinho e quandod er ando por aqui até lá plas 22, 23,..depois dá.me a soneira e vou pró ninho. Beijinhos.

Rita Brito disse...

Beijinho!!

Liz / Falando de tudo! disse...

ah...espiar!
sao poucos que usam esses termos, mas aprendi com minha avo, no norte do Brasil ainda se usa muito, mas aqui na França a gente so olha!

SAM disse...

Que lindo está o blog! Este poema espiar, adorei também!


Beijos, amigo