segunda-feira, 21 de julho de 2008

VIDAS - POEMA

VIDAS

Há sempre alguém
Pior que nós
É dolo
Não se é tolo
Não serve de consolo
É estímulo de nova encarnação
Sigo na segunda
Não a conheci imunda
Apenas soube de escolhos
Da transição passei incólume
Veio novo mundo de sonhos
Tal como na primeira
Procuro a verdade inteira
Muitos outros sonhos
Outra maneira
A minha glória é esta
Sempre os sorrisos
O optimismo
A hipertensão verdadeira
Como se fosse bebedeira
Sorrirei e lutarei
Na procura da verdade
A vida inteira

Daniel Costa

56 comentários:

vero disse...

Olá Daniel,
venho agradecer e retribir a visita que fez ao meu blog, um muito obrigada.
No entanto dentro de dias irei privatizar o meu blog e gostaria de poder continuar a contar com a sua presença mas reparei que não tem o seu endereço de e-mail no perfil... Se por acaso desejar continuar a visualizar o meu blog agradecia-lhe a gentileza de me enviar o seu e-mail. Como tenho moderação de comentários, o seu e-mail não s4erá visto por ninguém... :)
Aguardo uma resposta sua se assim o entender.

Beijinhos

Verónica

vero disse...

Ouvir Carlos do Carmo ao vivo deve ser fenomenal... :)

Laura disse...

Amigo,; na procura da verdade, andam as almas honestas, a vida inteira!...
E a verdade é só uma! está escrita na mente de cada um e cada um acredita no que quer!... Há muita discórdia entre sentires do mundo e saberes, e nse nascemos sós e sós partimos, é justo que cada um tente encontrar a sua verdade!...
É por isos que luto cada dia e consigo ficar airosa por dentro, por que tento viver em honestidade e ser pura de pensamentos...
Tudo o que escrevo é a brincar, fora os factos que relato do meu passado, e adoro brincar e por o pessoal a rir, mas guio-me sempre pela verdade, a paz e o amor...
A vida é uma estrada sem fim para todo aquele que acredita que depois desta vida a estrada continuará noutro sentido, mais intimo e mais nosso!...
Bem, acabei agora de almoçar com o velhote, fiz courgete estufadinha aos quadradinhos, com cebola tomate etc, salada de feijão verde, salada de repolho e cenoura, arros que não comi, ovos mexidos com cogumelos para mim e uma febra para ele, e soube-me bem... pois os filhos estão fora, bebi um copito de pinga barata, mas não interferiu com o que estou a escrever...
Um abraço enorme, cheio de carinho da garota de Braga...

Carla disse...

li com um sorriso este teu belo poema
boa semana
beijos

poetaeusou . . . disse...

*

mordaz. . .
,
abraço,
,
*

Menina do Rio disse...

A verdade é que por pior que estejamos, há sempre alguém pior, mas devemos continuar nossa busca nessa vida, nossos sonhos.

Tem uma semana feliz

beijos

Marta disse...

Procurar a verdade...também a procuro....
Ás vezes, tenho vontade de desistir, mas penso "Para quê?"...
A perda seria minha, não é essa verdade? O Mundo continuaria a girar....
Adorei o poema...Continuo com Vitorino Nemésio...
Até já
Beijos e abraços
Marta

rosa dourada/ondina azul disse...

A verdade...
Todos a procuramos :)))


Abraço,

Olhos de mel disse...

Oie lindinho! De tudo existe no mundo e a vida nos mostra sempre os dois lados. Mas seu poema encerra muito bem tudo e principalmente, algo que deveria fazer parte de todo ser, o otimosmo, a coragem, o sorriso... coisas importantes em nosso percurso. Manter os sonhos, também é uma arma forte. Belo poema!
Que sua semana seja de realizações!
Beijos

Bandys disse...

Daniel
Linda, amei!
Tu sabes que eu adoro poesias.

A minha glória é esta
Sempre os sorrisos
O optimismo
A hipertensão verdadeira
Como se fosse bebedeira
Sorrirei e lutarei
Na procura da verdade
A vida inteira

Bandys disse...

Procurar a verdade a vida inteira.
Muito belo!

Beijos
PS Comeu meu comentario, rsrsr

Bichinho disse...

Beijo fantasma...

Delirium disse...

devemos nos comparar ao melhor
a ponto que querer melhorar
devemos nos comparar ao pior
a ponto de nos sentirmos evoluindo
a busca pela verdade é algo incessável
inssaciável
a verdade
é que ninguém sabe a verdade
a verdade é momentânea
é relativa
é mutável
a verdade não segue as leis da física
seja o físico melhor
ou o pior

mundo azul disse...

...a procura da verdade! Não é uma busca muito fácil...

Beijos de luz!!!

xistosa - (josé torres) disse...

Há sempre alguém pior, neste mundo de sonhos, onde todos procuram a glória.
Mas nem todos a dos sorrisos.
E que a bandeira, da verdade se mantenha desfraldada.

Para começar a semana com um belo poema

daniel disse...

Vero

Gostei do teu Blogge, gosto da partilha e normalmente deixo comentário, quando me deparo com assuntos do meu gosto pessoal.
Com gosto deixo aque o meu Mail danielcosta@tele2.pt
Verei melhor o perfil!...
Agora, sou eu a agradecer.
Daniel

daniel disse...

Vero

Gostava mais do naipe de artistas do Faia, com o Carlos do Carmo, do que depois, com a Lenita Gentil, para mim também, de plano superior.
Sempre ambiente especial!
Daniel

daniel disse...

Laura

De facto és a tal garota especial! Então vais ficar a saber que, o poema encerra uma vida, o realismo é absoluto e quem o escreveu nunca se preocupou com esse tal de "alangongo" (deves saber bem do que se trata).
Evidentemente, que procurando a verdade, não se chega ao filão da "massaroca" e ficar remediado, só por favor dos deuses, que terão conferenciado: Que diabo, o rapaz fez pela vida, nunca teve preço, o menos que deve ficar é remediado!
Depois deixaram o cheval cá, dizendo: Afinal, este é bom rapaz, filho de boas famílias e dança bem! Deixa-lo, damos mais um tempinho de antena!...
E não deixo de procurar o verdade... o que os deuses devem achar paletes de piada!...
Pois é, gorota de Braga tens piada e segue a dança, com força, sempre numa onda de uma vida aventurosa, rumo à ventura.
Um beijinho
Daniel

Laura disse...

É isso aí meu!...
E vamos tentando cantar e dançar que esta vida são dois dias. O que custa agora amanhã só nos dará gozo, mas, por enquanto andamos ao sabor das marés deste Povo tão mal governado, destas gentes sofridas que parece que mereciam melhor sorte, enfim... A cada um o que merece e nós apenas temos o que merecemos, a vida que levamos, embora os meus sonhos me ajudem a passar por cima de tudo isto, por vezes encho e..desatino com o pensamento, mas nada que outra camada de sonhos ainda melhor que a última...não resolva.
Um dia bom para ti ó moço milagre!...
Ahhh, tou so, o pc por minha conta e agora só me apetece pintar um quadro que tenho tudo guardado há anos e nems eis e as tintas a óleos e conservam assim tanto tempo...depois penso que posso estragar e é melhor esperar para aprender, e..calma pariga, é melhor ires limpar a sala e passar a ferro que também é Arte!... ji d emim...

Anja Rakas disse...

Olá.

Durante a nossa vida:
Conhecemos pessoas que vem e que ficam,
Outras que, vem e passam.
Existem aquelas que,
Vem, ficam e depois de algum tempo se vão.
Mas existem aquelas que vem e se vão com uma enorme vontade de ficar...
Charles Chaplin

Há sempre alguém!

Bj silenciosamente doce

mariam disse...

Vidas...dá que pensar...

"abençoada" "bebedeira" a Sua!

boa semana
um sorriso :)


ah! "safou-se" ao desafio no 7sentidos!

NAELA disse...

Olá Daniel mais um poema que expressa a beleza da vida vista uma forma positiva!
Um beijo

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Gostei muito do seu poema, Daniel!
Fiz nova postagem. É sobre um filme que todo mundo já deve ter visto, mas acho que é a minha melhor resenha.
Apareça aqui:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
não há ponto depois de www
Um beijo,
Renata

ivone disse...

a verdade está algures por aí...sim

daniel disse...

Carla

Como devemos andar sempre sorridentes é muito bom, porque leste um poema, em poucas palavras, mas realista.
Beijos e retribuição de desejos de boa semana.
Daniel

daniel disse...

Menina do Rio

É verdade, há sempre alguém pior que nós. Há coisa muito ruins, mas ouvirmos outras pensamos: Vou calar e ouvir!
Obrigado, desejo-te em dobro.
Beijos
Daniel

daniel disse...

Marta

A verdade pode ser, afanosamente, procurada a missão cabe ao homem, nunca a conhecerá, mas deve lutar por ela, como se fosse possivel vislumbrá-la.
Um abraço e um beijo.
Daniel

daniel disse...

Rosa

Devemos!... Aparecem muits a gostar mais de procurar a confusão, mais propícia ao triunfo da mediocridade.
Abraço
Daniel

Laura disse...

Não sei a quantas andas, mas uma coisa é certa! tens sempre o relógio atrasado e demasiado ehhh tás com pressa de encolher o tempo! ehhhhhh.
Beijinho.

daniel disse...

Olhos de Mel

Um poema é sempre um poema, muitos dizem ser literatura menor, mas aqui está a tradução real de uma vida, em poucas palavras.
A apreciação que fazes tem agradecimento.
Bejos
Daniel

daniel disse...

Bandys

O que apreciaste, chama-se realidade e foi vivida.
A bebedeira é por precer palavra gira, no contesto.
Sei que adoras poesia, onde sinto que a sabes bem conduzir.
Daniel

daniel disse...

Bandys

Também completo aqui o comentário ao comentário, para agradecer e deixar
Beijos.
Daniel

daniel disse...

Bichinho

E porque não? Giro o beijo o fastasma, agradeço e retribuo, pois!...
Daniel

daniel disse...

Laura

E porque não dançar? Sabes que o Carnaval dura apenas tês dias e o resto do ano fazemos o quê? Acho boa opção mascarármo-nos e brincar.
Vamos nessa! E porque não fazes o quadro? Realiza-se experimentando sempre. Fazer um pouco de tudo e com tudo usar seriedade. Será complicado?
Complicado é quem complica e vamos em frente!...
Miúda, olha, beijos virtuais,
Daniel

daniel disse...

Anjas Rakas

E o Chaplin, era doce mostrou-o no seu próprio talento.
Há sempre alguém, com talentosa singularidade, expressa em doçura.
Daniel

daniel disse...

Mariam

Na verdade, por vezes, a realidade parece ultrapassar a ficção e como esta dá que cismar!
Ainda, bos semana.
Daniel

daniel disse...

Naela

Temos de convir, que o positivismo só si, já pode ser poesia. Não aqui, mas depois virá o lirismo.
Um beijo
Daniel

daniel disse...



Gostaste a sério? Não fico indiferente.
Adoro ler os teus trabalhos, pelo que passarei.
Beijo
Daniel

daniel disse...

Ivone

A verdade anda no ar, mas tem de ter procura costante, uma vez haver muitos que a querem secreta.
Daniel

daniel disse...

Laura

Minha amiga, procuro não andar atrazado. O minimo, sõ dez horas de PC + ameaços. Alimento o rapaz mitalaia, o meu banco de ensaios. Convido-e a dares uma espreitadela. Escreves a palavra mitalaia no Google, carregas e chegas à praia.
Eh, apenas sugestão. Julgas o quê?
Beijinhos
Daniel

Laura disse...

Nem de propósito daniel...ontem postei um poema que fiz nas horas de solidão acompanhada!...tem a ver com dança, e como disseste para dançar que nem sempre é carnaval!...mas devia ser? Acho que não...

e por acaso quando tiveres tempo vai ao meu blog e desce até junho dia 19 e lê o quero dançar contigo!...É real verdadeiro no sentido que lhe dei, era uma tristeza tamanha... e adoraria que alguém pegasse nele e o cantasse, uma mulher, é algo muito feminino .
... se não der diz que eu vou procurar e colo-o aqui...
Quanto ao quadro hoje seria um dia excelente, pois está fresquinho, choveu de noite, a rua molhada e a carrinha que já estava a precisar de uma escovadela, ficou melhor...
e agora havendo jeito, punha a tela no cavalete e na varanda, pintaria serenamente, mas penso que os restos de tinta não iam chegar para a grandeza de pintura (pintar e repintar ehhhh) que vai sair dali!...comigo tem de sair tudo bem. Sou sagitariana e tá dito...

Vou procurar o Mitalaia a ver o que é!...
Beijo, tem graça, falaste num beijo virtual, tivemos por aqui um nino chamado adriano, devia ser um senhor dos seus trintas a quarentas, podes ver no blog se tiveres paciência lá para baixo onde tenho casinhas jardins e poemas, ele mandava beijos de todos os sabores e nomes, não só a mim, mas a todas as ninas onde ia, adorava o rapaz pela sua simplicidade e também tinha horta, etc etc, até que teve de se ir e...ficamos mais pobres...dizia por exemplo,; beijinhos com sabor a hortelã, ou a mel, ou cozinhados em tal coisa, muito giro o que ele inventava, ou a senhora dele achou que eram beijos a mais e cortou-lhe o pio!... Só podia ehhhhh. Estou bem disposta apesar dos muitos problemas que tenho, enfim!...
Um dia bom para quem passa por aqui...
laura..

Laura disse...

Já fui em busca do Mitalaia, e que jornal..escreves pra caramba!... Bem; nem tens a casa para arrumar, o almoço para fazer, a roupa para estender, enfim, é uma boa forma de passar o tempo que deves ter de sobra...será que ajudas a muié em casa a estender a toalha e a fazer o teu lado da cama? hum, não me parece...
Gostei de ler um comentário teu a outro comentário que no serão lias para a tua mãe enquanto ela fazia renda de bilros, mas que nino lindo!...
Beijinhos da laura..

Maria Laura disse...

É bom esse espírito de procura da verdade. É bom acreditar que nos vamos aperfeiçoando, de encarnação em encarnação...

daniel disse...

Laura

Já fui convidar, aquele bronze bronze para dançar!...
Lembreime de outros tempos e aqui vou. O baile está animado. Ala, que se faz tarde!...
Com calma, irei a 19 de de Junho.
Sim, a pintura quer,se feita com esmero. É óptima opção, para diversificar. Vamos, compra tintas.
Em Lisboa não choveu, apenas baixou a temperatura.
Engraçado, depois de uma coisa como sete anos sempre optimisma, mas o riso nikles! Havia um blogger, mal entrava no sítio dele, logo acheva piada. A ver um post dele, dei comigo a sorrir. E não é que exultei?
Fiz logo um post a propósito, ele que já ía comigo, como o mencionei embandeirou.
Experiencias, aventuras!... Calculas o que um rapaz, nunca ter vagar de estar triste e estar sete anos se sorrir? Nunca ri desalmente, só sorrio, mas ando mas ando sempre com essa fisionomia, á flor dos lábios.
Posso contar uma história?
Teria 17, vai daí andava a fazer-me a derterminada miúda. Um dia encontrei-a um pouco por acaso. Pára, encara-me e diz: Pá, julgas que não topei já, sempre com esse sorrizinho, deves pensar que apoucas, fiquei com um melão!...
Foi uma tampa, como era moda dizer-se!...
Obrigado, o dobro para ti.
Sempre virtual, fica um beijinho.
Daniel

daniel disse...

Laura

Já fui convidar, aquele bronze bronze para dançar!...
Lembreime de outros tempos e aqui vou. O baile está animado. Ala, que se faz tarde!...
Com calma, irei a 19 de de Junho.
Sim, a pintura quer,se feita com esmero. É óptima opção, para diversificar. Vamos, compra tintas.
Em Lisboa não choveu, apenas baixou a temperatura.
Engraçado, depois de uma coisa como sete anos sempre optimisma, mas o riso nikles! Havia um blogger, mal entrava no sítio dele, logo acheva piada. A ver um post dele, dei comigo a sorrir. E não é que exultei?
Fiz logo um post a propósito, ele que já ía comigo, como o mencionei embandeirou.
Experiencias, aventuras!... Calculas o que um rapaz, nunca ter vagar de estar triste e estar sete anos se sorrir? Nunca ri desalmente, só sorrio, mas ando mas ando sempre com essa fisionomia, á flor dos lábios.
Posso contar uma história?
Teria 17, vai daí andava a fazer-me a derterminada miúda. Um dia encontrei-a um pouco por acaso. Pára, encara-me e diz: Pá, julgas que não topei já, sempre com esse sorrizinho, deves pensar que apoucas, fiquei com um melão!...
Foi uma tampa, como era moda dizer-se!...
Obrigado, o dobro para ti.
Sempre virtual, fica um beijinho.
Daniel

daniel disse...

Laura

Esqueces o AVC?... No entanto a secretária é que foi sempre a dona de casa. Só aos Domingos, primeiro à Ribeira, depois localmente, ia fazer as compras, nisso era considerado jeitoso, era ajuda!
Porém, não parava, passei por vários "Part Times" , em casa fazia tudo, desde pinturas, coisas eléctricas, etc.
Agora a secretária, quer-me um senhor bem comportadinho!...
Por exemplo, achei por bem não conduzir mais, nem renovei a carta. Creio que tomariam, muitos condutores, estar em condições, pelo menos similares, mas perdi pedalada. Conduzi muito e não bati. Entendi que não tinha o mesmo ponto de vista. Olha nem precisaria de inspecção médica!
E o tempo nunca me sobra, o mais tarde que entro ao trabalho (eheheh) é às seis da matina.
E por acaso não está lá mas fiz alguns bancos especiais de madeira. para as almofadas de fazer renda.
Estou hoje muito locaz, deculpa!...
Será que, para expiar as minhas culpas, um beijinho chega?
Daniel

daniel disse...

Maria Laura

Creio que a procura da verdade, é tentar alcançar o caminho de atingir o maior prefeccionismo possivel. Segunda encarnação houve, De tal maneira, que ninguém terá cá ficado, para contar, como foi feito em artigo de jornal, cujo extracto dá inicio a este blogge.
Daniel

Parisiense disse...

Mesmo procurando a verdade a vida inteira será que a encontramos sempre que a queremos???????

Não procures....vive a tua verdade.

Beijokitas

daniel disse...

Parisience

Se queres que digo vivi sempre a minha verdade, isso leva-me de andar a procurar. Olha não passei da classe média baixa e francamente podia ser rico, porque me ofereceram a possibilidade algumas vezes.Teria de alienar a minha verdade e nunca o fiz.
Sabes dar conselhos!...
Beijinhos
Daniel

Cláudia Gonçalves disse...

Daniel,
obrigada pela visita ao meu blog. Seu blog é muito bom.

"Sorrirei e lutarei
Na procura da verdade
A vida inteira".

Adorei.

Bjo.

daniel disse...

Cláudia Gonçalves

Sorrir, lutar, procurar a verdade, dão satisfação!.... Gosta-se do mundo, de cá andar, tentado avistar mais além.
Obrigado
Daniel

Laura disse...

Pois a nina surda e tudo conduz e já me chama o ás do volnate!...adoro conduzir, tenho de ter aparelho...cadê ele? num tem pilhas ehhhhh, o carro nem fala, nem refila, os outros tamém não... e buzinar é proibido..pobre d emim quando nem puder conduzir, aminha carta expira ou tem de se mudar em 2016 e até lá o implante resolve o que falta ehhhhh. já tenho a carta há 24 anos e nunca bati, e vou sozinha sem ouvir para o hospital e para Rio Maior e já fui para o Norte sozinha também.e...so confio na minha condução, o Manel so me faz dar saltos mortais e pulos de verdadeiro terror ehhhhhhh...
As amigas adoram andar comigo e so pedem que levante o pé ehhhhhhh.

As tintas ficam para quando der, nems empre dá senão já as tinha há muito, mas o dia há-de chegar...
Beijinhos pois ó nino milagre e felicidade sempre...laura..

daniel disse...

Laura

Enquanto, faço uma pausa eheheh, venho cumprimentar-te, e falar do teu último comentário postado aqui.
Tens muita prática de conduzir, faria-lo com olhos vendados, tal como demonstrou ser capaz o professor Karma, com dons ditos divinatórios. Tem cuidado!...
Tenho carta desde quase duas décadas antes, devia ser jeitoso a dirigir, como diriam os nossos amigos brasileiros, porque conduzi muito e não houve batidelas. Porém durante seis anos, estive impossibilitado de guiar, mudámos de século e a filha disse: Pai gora o carro serve-te apenas para alguns dias e estás continuamente a pagar!...
Não arriscando, sai-te menos dispendioso viajares de taxi.
Ei, então a pintura fica apenas pendente!...
Beijinhos
Daniel

Laura disse...

Não, daniel, não conduzo de olhos vendados...nem a brincar e sinto-me segura assim, e quando chegar o dia de arrumar os travões, eu fico no meu canto, mas, por agora não me tirem algo que me é fundamental!... não saio com o marido, os filhos tem a vida deles, a pariga sim vai ao meu lado e quer que eu conduza...vou levar a minah mãe à aldeia ao cemitério e tem uma rampa do caraças, mas, tenho de ir a pé ver se tá lá algum carro a descer, acaba ali no cemitário, depois desço pego no carro e andor...senão a minha mãe nem ia à campa do pai... e já nem vou lá há imenso tempo, não vou para longe agora que a vista pode imcomodar...
Na te rales moço que quando tiver de ir pró outro mundo se for de carro, tanto melhor, ehhhhhh, o meu anjinho pode até nem estar distraido...ji a ti.

daniel disse...

Laura

Com a minha bola de cristal, em rotações, já vi em ti uma grande mulher e com auto estima para vencer obstáculos.
Mas não te vi a conduzir de olhas vendados, como o Prof., que só adivinhou, que a conhecida consulente, estava apaixonada por ele mesmo, quando esta, em consulta lhe disse.
Pois claro, o carro dá sempre jeito!
Conduz com cuidado!...
Beijinhos
Daniel

SAM disse...

Lindo poema, Daniel! Bela reflexão. Que não sejamos tolos a ponto de perder a determinação no percurso desta procura. Que tenhamos a poderosa arma do otimismo.

Grande beijo