terça-feira, 1 de julho de 2008

SERÁ LOUCURA

LOUCURA

Dizem que sou louco
Dizem
Que me importo
Convivo feliz com a loucura
Amo o mundo
Amo a ternura
Esse manto de brandura
Afastando sofreguidão
Não…
Não vivo num universo
De ilusão
Sei que muitos choram
Porque não têm pão
Encolhem ombros, que mansidão!
Será hipertensão?
Doçura, remédio na escassez!

Deixem-me ser louco
Digam-me que os grandes
Se preocupam um pouco
Apelo à humanidade
Enquanto justiça do alto espero
Esperar humildade e candura
Dos grandes que apenas almejam
Fazer figura
Fazer da justiça bravura
Bendita loucura
A denunciar um mundo de loucos
Fingindo que pensam
Muitas promessas
Para muito arrecadar
Depois muito a poucos dar
Oh loucura!
Olhai a robustez
A dos loucos de vez

Daniel Costa

29 comentários:

Nadja disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nadja disse...

Daniel,lindo poema!Gostei muito!...ah,sobre o último poema que voce leu no meu blog eu quis falar sobre amar muito,e não deixar partir rsrsrs bjosss

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Daniel, tudo bem?
Se é loucura, ou não, teu Poema DIZ TUDO!

gaivota disse...

e como de poetas e de loucos todos temos um pouco...
então, sejamos loucos, e poetas!
beijinhos

daniel disse...

Nadja

Penso que entendi um pouco.
Agradeço a amabilidade. Gostei do teu jeito e vou passando.
Obrigado, Bjs, Daniel

daniel disse...

Vanuza

Se queres que diga há uma certa dose de loucura. Há loucura que baste para projectos exequíveis
Vendo bem, a loucura, se adequada, pode ser a mola real da realização humana.
É risco calculado!
Daniel

daniel disse...

Gaivota

Porque não ter um pouco?
Toda a realização humana, parte do amor, do lirismo, da poesia e do sonho.
No fundo a vida é um acto de poesia e loucura.
Então. venha uma dose de cada!...
Beijinhos, Daniel

poetaeusou . . . disse...

*
estou contigo, amigo
o que é a vida
mais do que uma loucura . . . ?
,
abçs,
,
*

rosa dourada/ondina azul disse...

Óh, saudável loucura...



Boa semana,

Paula Raposo disse...

Todos somos um pouco loucos e sem loucura tudo isto seria uma grande pasmaceira!! Beijinhos.

DelfimPeixoto disse...

Que seria do Mundo se não houvesse loucos assim? Seria um tédio permanente
Abraço

xistosa - (josé torres) disse...

Amigo Daniel

Ainda bem que é louco.

Só um louco fala em ternura, em ilusão, justiça, humanidade, humildade e espera as promessas dos "outros".
É mesmo loucura o que escreveu.

Nadja disse...

Daniel,voce faz poesia a quanto tempo? rs...curiosidade...bjoss

Crisfonseca disse...

Olá ,
Daniel tenho o prazer em vir em teu blog e me entregar as tuas palavras, encanta-me a alma, fazes- me encontrar a magia. Tu é um magnífico escritor, admiro tua escrita.
Beijos,
Cris

daniel disse...

poetaeusou

De facto, uma pitada de loucura, será sol na vida!
Abraços, Daniel

daniel disse...

Rosa

Sem loucura nada!... Pão ázimo!...
Já pensando em fim de semana, deixo os melhores desejos.
Daniel

daniel disse...

Paula Raposo

De um pouco de loucura, nasce a luz de toda a realização, até do infinito amor pela humanidade.
Beijinhos, Daniel

Maria Laura disse...

Dessa loucura todos devíamos ter. Infelizmente, eu acredito pouco na humanidade. A ver pelo caminho de destruição que leva.

daniel disse...

Delfim Peixoto

Um pouco de loucura, comedida loucura e, mesmo num vale de lágrimas, o mundo girará!
Abraço, Daniel

daniel disse...

José Torres

Se não houvesse loucura, em doses comedidas, como seria isto, se tivermos em conta, que estamos num mundo de alienados!
Se justiça, humildade, humanidadea e ternura são de loucos, então de loucura tenho mesmo um pouco.
Isso de promessas, jamais. Nesse aspecto, apenas o concreto.
Daniel

daniel disse...

Nadja

De garoto gostava! Mais velhinho gosto e vou tentando. Pocurarei satisfazer a curiosidade. Depois não haja queixumes, se o disco sair riscado!
Bjs, Daniel

daniel disse...

Cris

Obrigado!...
Tento publicar em livro. Economicamente os tempos apresentam-se nebulosos e impera o mediatismo!
Como desistir não faz o meu género, estou a ajeitar novo original e pressionarei.
Tenho publicado bastante, mas em periódicos.
Desculpa o "grito"!...
Beijos, Daniel

daniel disse...

Maria Laura

Sempre desconfiando, é certo. Para ir confiando, só com ar de optimismo, socorrendo-nos dum pouquinho de loucura, neste panorama, que se apresenta, já de si enevoado.
Daniel

Jacinta Correia disse...

E o que será loucura? O que se diz nada ser ou o ser demasiado? Seja como for, em cada pedaço de loucura há o reverso - a lucidez.
Obgda pela visita ao meu blog.Bj

daniel disse...

Jacinta Correia

Obrigado eu!...
Ao fim e ao cabo, lucidez anda á mistura com um pouquinho de loucura.
A loucura, talvez, tempere um pouco os nossos actos, tornado-os mais eficazes.
Falamos de actos pensados e devidamente ponderados!...
Considerações
Daniel

Anja Rakas disse...

Confesso que sou louca mesmo...não há maneira...tentei...tentei pertencer a este mundo de sãos, mas descobri que a melhor festa e felicidade está na minha loucura.

Obrigada pelo valioso comentário na minha nuvem.
Bjs angelicais

daniel disse...

Anjas Rakas

Mas, um pouco de loucura, entre a lucidez, é o que faz falta para se construir algo. Será o caminhar na tentativa da felicidade, a que se lhe juntará optimismo. Louco optimismo!...
Procurar ser feliz, implica mesmo loucura.
Eu é que agradeço com bjs, Daniel

Cristina disse...

È sempre bom haver um pouco de loucura na nossa vida,senão também torna-se momótona.
Assim acompanhadacom um pouco de loucura e aventura sabe sempre bem.

Um beijo aqui do Algarve em direcção a Lisboa.

Cristina Bernardo
6 de Julho de 2008

Diana Borges disse...

Crítica social... sutil e bem elaborada

Encantada.